Google Remarketing | Clínica GrafGuimarães
Acne na vida adulta: entenda as causas | GrafGuimarães
Blog

Acne na vida adulta: entenda as causas

Não são apenas os adolescentes que podem ter acnes. Os adultos, infelizmente, também podem sofrer com o aparecimento de cravos e espinhas, principalmente as mulheres. Em muitos casos, a acne tem forte fator genético, e uma alimentação rica em açúcar e gordura ajuda a potencializar o problema.

Mas você sabe as reais causas da acne? Quais os tratamentos disponíveis para acabar com o problema? Neste artigo vamos explicar um pouco mais sobre o assunto, confira.

O que é acne

A acne é o nome dado a espinhas e cravos que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. Além do incômodo aparente das lesões, o fator estético pode atingir o psicológico do paciente, tornando-o mais reservado, tímido e infeliz, fazendo com que ele se isole do convívio social. Em alguns casos, as lesões podem evoluir para manchas e até cicatrizes na pele.

Principais causas

As principais causas para o aparecimento de acnes são os hormônios sexuais, que começam a ser produzidos na puberdade e são os principais responsáveis pelas alterações das características da pele, assim como pelo surgimento da acne. As lesões podem aparecer com mais frequência na face, mas também podem ocorrer nas costas, ombros e peito.

Piora do quadro

Em situações de estresse ou no período menstrual pode ser observada uma leve piora nas espinhas. Alguns medicamentos como corticoides, exposição exagerada ao sol, contato com produtos gordurosos, épocas do ano como o inverno e o famoso hábito de estourar espinhas agravam a situação. Vale lembrar que a acne não é contagiosa.

Tratamento

O tratamento para acne deve ser individualizado, e só após a avaliação do médico dermatologista é que ele deve ser iniciado. Não se automedique, evite receitas caseiras e as que são divulgadas na internet e nas redes sociais. Também não “copie” a orientação médica dada àquela amiga: cada paciente tem um histórico diferente e um tipo de pele específico.

Em casos de acne leve, o tratamento local com produtos existentes no mercado é o mais indicado. Se os resultados não forem satisfatórios, pode ser associado um tratamento oral com antibióticos específicos. Em casos mais graves, a recomendação é o uso da isotretinoína, porém ela é absolutamente contraindicada quando há possibilidade de gravidez, pois pode causar graves danos ao feto.

Por razões estéticas e de saúde, o tratamento da acne deve ser iniciado o quanto antes. Com a medicação correta, o paciente vai preservar a saúde da pele e evitar as tais manchas de acne mais difíceis de corrigir com o passar dos anos. A acne tem tratamento e pode ser curada ou controlada.

Alguns procedimentos podem ajudar no controle das acnes, tais como peelings químicos, microdermabrasão, alguns tipos de laser, luzes e esfoliações químicas.

Como prevenir espinhas

Cuidar da higiene da pele deve ser um hábito diário. A limpeza de pele, quando bem indicada pelo dermatologista, serve como complemento do tratamento de algumas formas de acne. Confira outras dicas:

:: faça a higienização correta da pele do seu rosto, utilizando hidratantes e sabonetes específicos para a região;

:: jamais esprema cravos e espinhas. Isso pode levar à inflamação e infecção;

:: evite o uso de cremes e cosméticos muito oleosos;

:: mantenha hábitos saudáveis de alimentação, e beba bastante água;

:: consulte sempre um médico dermatologista.

Como você tem cuidado da sua pele? Tem visitado seu médico dermatologista pelo menos uma vez ao ano? Agende uma consulta e cuide melhor da saúde da sua pele. Ligue: (41) 3363-3009.

 (Com informações: Sociedade Brasileira de Dermatologia)

ENTRE EM CONTATO
Quer marcar uma consulta de avaliação? Ficou em dúvida
sobre algum procedimento? Entre em contato conosco!
+55 41 3363-3009
Av. Senador Souza Naves, 1025 – Alto da XV,
Curitiba – PR
Estacionamento gratuito.


contato
×