Google Remarketing | Clínica GrafGuimarães
Braquioplastia: dê adeus à flacidez do tchauzinho | GrafGuimarães
Blog

Braquioplastia: dê adeus à flacidez do tchauzinho

Sabe aquele desconforto que a flacidez no braço provoca quando precisa dar tchauzinho? Você pode resolver isso com braquioplastia, um procedimento que pode melhorar a autoestima de quem quer, mas tem vergonha ou se sente incomodado ao mostrar os braços.

Para quem é indicada a braquioplastia? 

Esta cirurgia plástica é indicada para quem perdeu muito peso, como pacientes que passaram pela cirurgia bariátrica, e ficou com excesso de pele ou para quem tem muito tecido adiposo nos braços, desde a região das axilas até os cotovelos.

A cirurgia plástica mais adequada para a braquioplastia varia de paciente para paciente. Quando há apenas flacidez ou excesso de pele, o procedimento adotado são incisões para  a retirada das sobras. Nos casos em que existe gordura, em algumas situações, apenas a retirada do tecido adiposo pode resolver, mas também é possível que sejam necessárias as duas técnicas complementando-se. Um bom cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, é o mais indicado para fazer o diagnóstico e pedir os exames pré-operatórios

Como é a cirurgia?

A braquioplastia fará o reposicionamento e a retirada do excesso da pele, eliminando a flacidez. Para isso, são executadas microincisões na área interna ao longo do braço, desde a axila, podendo chegar até o cotovelo e, se for o caso, também no antebraço. Em alguns casos, o procedimento é acompanhado de cirurgia plástica das mamas.

Nas áreas de dobras, como as axilas, a Clínica Graf Guimarães adota a “plástica em Z”, Isso porque as incisões em linha reta costumam se retrair ao formar a cicatriz, e a técnica adotada evita isso.


No resultado final, a paciente vai trocar o formato do braço e ter a segurança de dar o “tchauzinho” sem o inconveniente da flacidez ao balançar o braço, mas vai haver a incisão.

O pós-operatório

A internação da paciente é de apenas um dia, mas os cuidados são prolongados. A recomendação é de repouso por pelo menos uma semana e não pode levantar os braços por 21 dias. Também é aconselhável o uso de malha elástica para fazer a compressão na região e, por 30 dias, ficam vetados movimentos bruscos ou pegar pesos.

Os exercícios físicos leves como caminhada podem voltar após 30 dias de descanso, mas, se forem específicos para os braços, a retomada só deve ocorrer depois de 60 dias.

Como fica a cicatriz?

Por ser uma remodelagem ao longo do braço, as cicatrizes da braquioplastia seguem este formato. Várias pacientes procuram a clínica em busca de incisão apenas axilar, mas o procedimento não é viável.

Isso ocorre porque, ao adotar apenas a incisão sob a axila e puxando a pele para cima, forma-se um tensionamento com um efeito de “tenda”. Conhecido como “efeito asa de morcego”, o resultado, bastante estigmatizante, provoca insatisfação no paciente e, por isso, não é adotado na clínica.

Isso ocorre porque, ao adotar apenas a incisão sob a axila e puxando a pele para cima, forma-se um tensionamento com um efeito de “tenda”. Conhecido como “efeito asa de morcego”, o resultado, bastante estigmatizante, provoca insatisfação no paciente e, por isso, não é adotado na clínica.

Por outro lado, quando executada a técnica da braquioplastia com a sutura pari passu à retirada da pele, as cicatrizes costumam ser muito fininhas, ou seja, têm uma qualidade alta. 

Quer saber mais?

Marque uma consulta com o corpo técnico da Clínica Graf Guimarães!


ENTRE EM CONTATO
Quer marcar uma consulta de avaliação? Ficou em dúvida
sobre algum procedimento? Entre em contato conosco!
+55 41 3363-3009
Av. Senador Souza Naves, 1025 – Alto da XV,
Curitiba – PR
Estacionamento gratuito.


contato