Google Remarketing | Clínica GrafGuimarães
Pode fazer cirurgia plástica durante a pandemia? Entenda! | GrafGuimarães
Blog

Pode fazer cirurgia plástica durante a pandemia? Entenda!

Pode fazer cirurgia plástica durante a pandemia? Essa é uma pergunta que muitos pacientes têm feito para a equipe da Clínica GrafGuimarães e, para responder a isso, é preciso raciocinar de acordo com o paciente, a cidade onde vai ser realizada a operação e o porte do procedimento.

A pergunta, obviamente, é bastante pertinente. Afinal, a pandemia do novo coronavírus obrigou o ser humano a reforçar hábitos antigos – como lavar as mãos com frequência – e a criar outros – o uso da máscara e a prática do distanciamento social são dois exemplos. E as debilidades que o Sars-CoV-2, vírus que provoca a Covid-19, trazem ao organismo humano aumentam as preocupações ao fazer uma cirurgia.

Partindo do ponto da disseminação da doença, é importante pensar em locais onde a pandemia está sob controle, com uma taxa de spread do coronavírus baixa e que tenha leitos disponíveis de UTI. Locais com essas condições podem sediar cirurgias eletivas.

Quando se pensa neste quesito, Curitiba seria uma destas cidades, já que tem os leitos necessários e é a segunda capital brasileira com o menor índice de casos de Covid-19 por 100 mil habitantes. Ou seja, é um local em que a disseminação do vírus está sob controle e a autoridade sanitária municipal é bastante responsável, mantendo uma intensa vigilância para manter os índices em patamares aceitáveis.

Em relação aos procedimentos, deve-se levar em conta que, quanto maior for a cirurgia ou maior o  número de intervenções, maior será a queda na imunidade do paciente. Isso significa que procedimentos maiores tornam o paciente imunodeprimido e a resposta do organismo a uma eventual contração do novo coronavírus seria menor.

Por outro lado, cirurgias pequenas e de baixa invasividade debilitam pouco o organismo do paciente. Por isso, cirurgias plásticas pequenas estão autorizadas. Intervenções médicas grandes, com lipoaspirações de grande volume ou procedimentos múltiplos, que tornam a imunidade do paciente muito baixa, não podem ser propostas para qualquer paciente neste período de pandemia e o médico precisa selecionar muito bem, sob aspectos técnicos, quem pode ser submetido a estes procedimentos.

Com isso, vem a última variável: o paciente. Pessoas acima de 60 anos ou que tenham doenças associadas, como hipertensão ou diabetes, pertencem ao grupo de risco para o coronavírus e não podem ser operados. Um paciente jovem, por volta de 30 anos, tem uma reserva metabólica muito maior que outro paciente na casa dos 70 anos – então, o profissional não pode submeter esses pacientes a riscos desnecessários.

Pode fazer cirurgia plástica durante a pandemia?

Levando-se tudo isso em conta, a mensagem é que, sim, é possível fazer cirurgia plástica durante a pandemia, mas desde que o paciente seja adequadamente selecionado, desde a entrevista pré-operatória bastante detalhada, e que não seja submetido a procedimentos muito grandes.

Também é imprescindível garantir que, antes da cirurgia, o paciente não tenha tido contato com pessoas infectadas pelo novo coronavírus e que não tenha viajado para lugares onde a pandemia esteja fora do controle.

Com todos os requisitos preenchidos, pode fazer cirurgia plástica durante a pandemia? Sim, é possível fazer o procedimento, respeitando o que a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica tem levado em consideração neste momento peculiar pela qual passa a humanidade.




ENTRE EM CONTATO
Quer marcar uma consulta de avaliação? Ficou em dúvida
sobre algum procedimento? Entre em contato conosco!
+55 41 3363-3009
Av. Senador Souza Naves, 1025 – Alto da XV,
Curitiba – PR
Estacionamento gratuito.


contato