Google Remarketing | Clínica GrafGuimarães

Blog

Saiba como a ansiedade afeta a sua pele

Quando o estresse começa fazer parte da sua rotina diária, a pele tende a ser a mais prejudicada. Pois a tensão provoca alterações hormonais diversas no corpo e libera algumas substâncias na corrente sanguínea, com isso, há uma queda na imunidade e o corpo fica mais vulnerável a infecções e outros problemas. “No rosto, por exemplo, é visível o surgimento de descamações, áreas avermelhadas e ressecadas, olheiras e pele sem brilho”, comenta o dermatologista Anderson Bertolini.

Geralmente um mal pensamento acaba causando ansiedade e prejudicando o corpo todo. Conheça alguns exemplos que causam ansiedade e prejudicam a sua pele:

  • A insistente busca de um corpo perfeito;
  • O medo da violência urbana ou insegurança;
  • Rotina;
  • Atividades no trabalho ou pessoal;
  • Insegurança;
  • Aguardar respostas ou resultados.

De tão ansiosa que a pessoa fica com determinada situação, a pessoa pode passar a coçar insistentemente alguma região da pele ocasionando feridas e descamações. E já as pessoas com pele oleosa, costumam ficar com os poros mais dilatados e a derme mais grossa, deixando a pele mais frágil do que o normal!

O distúrbio de ansiedade também está intimamente relacionado, por exemplo, à queda de cabelo e à psoríase. No caso da psoríase, afecção crônica de causa ainda desconhecida, sabe-se que o estresse emocional e físico pode desencadear suas lesões. Há um aumento exagerado na produção de pele seguido de descamação, lesões avermelhadas e coceira variável.

Lembre-se: Nestes casos consultar um dermatologista é obrigatório para obter o melhor tratamento e medicamento!

Fonte: Dermatologista Anderson Bertolini, IDC e Psiqweb.

ENTRE EM CONTATO
Quer marcar uma consulta de avaliação? Ficou em dúvida
sobre algum procedimento? Entre em contato conosco!
+55 41 3363-3009
Av. Senador Souza Naves, 1025 – Alto da XV,
Curitiba – PR
Estacionamento gratuito.


contato