Google Remarketing | Clínica GrafGuimarães
Mamoplastia Redutora e Levantamento

Cirurgia de Redução Mamária

A mamoplastia é toda cirurgia plástica que transforma e modifica o formato das mamas, tendo por objetivo torná-lo mais harmonioso e proporcional ao restante do corpo. O procedimento pode aumentar, diminuir ou mesmo alterar a aparência dos seios.

Mamoplastia Redutora e Levantamento

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Bichectomia

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Preenchimento e Bioplastia

por Dra. Christine Graf Guimarães

Blefaroplastia

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Frontoplastia

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Otoplastia

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Peeling de Fenol

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Rinoplastia

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Ritidoplastia

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Sutura Silhouette

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Toxina Botulínica

por Dra. Christine Graf Guimarães

Abdominoplastia

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Ginecomastia

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Lipoaspiração e Lipoescultura

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Prótese Glútea

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Mamoplastia Redutora e Levantamento

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

Implante de Silicone

por Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães

vídeos
Informações específicas:

 

Tipo de anestesias: Anestesia peridural com sedação. Em casos especiais, e a critério do cirurgião, pode-se empregar anestesia geral ou local com sedação assistida. Conheça nossos anestesiologistas, clique aqui.

Tempo de duração: Vai depender do tipo da mama a ser operada. A média é de 2,5 horas.

Período de internação: Em geral, 12 horas.

Evolução pós-operatória: A paciente recebe alta por volta de 12 horas após a cirurgia e deverá retornar ao consultório entre 24 ou 48 horas para realizar o primeiro curativo e retirada do dreno. O uso do sutiã cirúrgico é obrigatório e ininterrupto por pelo menos 30 dias. Durante as primeiras duas semanas a paciente deve obedecer a um rigoroso repouso com os braços – não levantar e movimentar o mínimo possível, nessa fase a paciente não deve dirigir. Com cerca de 15 dias são retirados todos os pontos e então os braços começam a ficar mais soltos e a paciente pode movimentá-los com um pouco mais de liberdade – mas ainda sem levantá-los e sem fazer movimentos amplos. Após 3 semanas a paciente pode dirigir pequenas distâncias e a mobilização dos braços continua melhorando, após 30 dias todos os movimentos do braço estão permitidos, mas a paciente deve evitar fazer alongamentos que forcem a cicatriz e movimentos bruscos. Atividade física somente é liberada após 60 a 90 dias de acordo com a técnica adotada para cada caso.

Cicatrizes: As cicatrizes variam de acordo com o tamanho das mamas a serem reduzidas e podem ter o formato de “T”, de “L”, de “I”, ou ainda ser periareolar (em torno da aréola do seio). A cicatrização transcorrerá por três períodos distintos, a saber:
• Até o 30º dia, o corte apresenta bom aspecto, podendo ocorrer discreta reação aos pontos ou aos curativos.
• Do 30º dia ao 12º mês haverá um espessamento natural da cicatriz e uma mudança na sua coloração, passando do vermelho para o marrom, para, em seguida, começar a clarear. Por ser o período menos favorável da evolução cicatricial, é também o que mais preocupa às pacientes. Todavia, ele é temporário, bem como varia de pessoa a pessoa.
• Do 12º ao 18º mês, a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos espessa até atingir seu aspecto definitivo.
QUALQUER AVALIAÇÃO DO RESULTADO DEFINITIVO DE UMA CIRURGIA DE MAMAS SÓ PODERÁ SER FEITO APÓS O PERÍODO DE 18 MESES.

Tamanho, consistência e forma: Com a cirurgia, não só as mamas têm seu volume reduzido, como podem ser melhoradas a sua consistência e forma, tudo obedecendo à norma de harmonia em relação ao físico da paciente, como um todo. Portanto, de igual maneira como ocorreu com o processo de cicatrização, também as “novas mamas” vão passar por períodos evolutivos, que são os seguintes:
• Até o 30º dia sua forma ainda está aquém do desejado, apesar de já apresentar um melhor aspecto; é comum a ocorrência de edema (inchaço).
• Do 30º dia ao 8º mês continua a evolução para a forma definitiva, não sendo raros os casos de insensibilidade ou de hipersensibilidade do mamilo. Pode ainda ocorrer edema (inchaço).
• Do 8º ao 18º mês é o período no qual a mama vai atingir seu aspecto definitivo, no que diz respeito à cicatriz, forma, consistência, volume e sensibilidade. No resultado final tem grande importância o grau de elasticidade da pele das mamas e o volume final obtido, já que o equilíbrio entre ambos é variável de caso a caso.

Curativos: Utilizam-se curativos elásticos e modeladores, especialmente adaptados a cada tipo de mama, que devem ser trocados periodicamente. Cada organismo reage de maneira diferente. Assim, na totalidade de pacientes há aqueles(as) que atingem um resultado ideal, enquanto outros(as) podem apresentar resultados negativos, em maiores ou menores proporções, independentemente do trabalho médico ter sido feito com o maior zelo, perícia e cautela. Entre esses resultados negativos que, felizmente, são raros, o(a) paciente pode apresentar:

1 Infecção.
2 Necrose de pele, por deficiência circulatória (sendo o tabagismo sua maior causa).
3 Necrose da pele.
4 Deiscência de pontos – abertura dos pontos realizados.
5 Trombose venosa – coagulação do sangue dentro das veias.
6 Complicações anestésicas – conforme o tipo de anestesia realizada – podendo acontecer alergia a medicamentos(choque anafilático), hipertermia maligna, cefaleia (dor de cabeça) pós peridural, etc.
7 Complicações estéticas: cada pessoa tem um tipo de cicatrização e são exemplos de complicações estéticas o aparecimento de queloides, hipercromia de cicatrizes (escurecimento das cicatrizes), irregularidades da área operada, etc.
8 Hematoma (raro).
9 Necrose de retalho e da aréola (especialmente em fumantes).

 

Recomendações pré-operatórias

• Internar-se na Clinica GrafGuimarães.
• Comunicar até 2 dias antes da cirurgia, qualquer ocorrência, como gripe, indisposição, febre, período menstrual, etc.
• Internar-se no hospital/clínica, obedecendo o horário indicado na guia.
• Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer e AAS, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico (o que inclui também os diuréticos).
• Evitar bebidas alcoólicas ou refeições fartas na véspera da cirurgia.
• Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros por um período aproximado de 2 semanas.

Recomendações pós-operatórias

• Evitar esforço físico nos primeiros 30 dias.
• Não movimentar os braços em excesso. Obedecer às instruções que serão dadas por ocasião da alta hospitalar, relativas à movimentação dos membros superiores.
• Evitar molhar o curativo até que receba autorização para tanto.
• Não se expor ao sol ou friagem por um período mínimo de 60 dias.
• Obedecer rigorosamente à prescrição médica.
• Voltar ao consultório para a troca de curativos e controle pós-operatório nos dias e horários marcados.
• Alimentação normal (salvo em casos especiais que receberão orientação específica).
• Devido ao fato de estar se sentindo muito bem, a paciente às vezes pode esquecer-se de que foi operada recentemente, permitindo-se esforços prematuros que poderão lhe trazer prejuízos.
• Consultar este folheto informativo tantas vezes quantas se fizerem necessárias para esclarecer e eliminar perfeitamente suas dúvidas. Restando algum questionamento, contatar o (a) cirurgiã(o).
O bom resultado final também depende de você.

Outras informações:

Retirada dos pontos: Na média, são retirados em torno do 10º ao 15º dia.

Banho completo: A paciente poderá tomar seu banho completo após 3 dias. Contudo, alguns casos poderão necessitar cuidados especiais sobre a área operada, sendo então recomendado evitar o umedecimento do local por 8 dias.

Uma nova gravidez: Caso ocorra, o bom resultado da mamoplastia pode ser preservado pelo controle de peso durante a gestação. Quanto à capacidade de lactação, em caso de mamas muito grandes que demandaram uma redução muito acentuada, aquela função poderá ficar prejudicada. Em casos de média e pequena redução, a lactação geralmente é preservada.

Retorno à ginástica: Geralmente isto pode se dar após 90 dias, desde que não exercite os músculos peitorais.

equipe médica
Médicos Responsáveis
procedimentos
procedimentos
Outros Procedimentos
Cirurgia Plástica Facial
Saiba mais
Cirurgia Plástica Corporal
Saiba mais
ENTRE EM CONTATO
Quer marcar uma consulta de avaliação? Ficou em dúvida
sobre algum procedimento? Entre em contato conosco!
+55 41 3363-3009
Av. Senador Souza Naves, 1025 – Alto da XV,
Curitiba – PR
Estacionamento gratuito.

contato